segunda-feira, 17 de outubro de 2011

RELAÇÃO TRABALHOS APROVADOS PARA PUBLICAÇÃO

Relação dos trabalhos aprovados (Modalidades: Pôster e Oral) para publicação e apresentação na Semana Acadêmica de Medicina Veterinária da IES.
MODALIDADE BANNER
1.     Acetabuloplastia extracapsular no tratamento de displasia coxofemoral
2.     Acropostiste Em Touros
3.     Aspectos etiopatologicos da papilomatose
4.     Aspectos gerais da brucelose em bovinos
5.     Aspectos Relacionados a Detecção De Resíduos No Leite
6.     Avaliação da qualidade microbiológica de amostras de água de propriedades leiteiras do oeste e norte goiano
7.     Cólica Em Eqüinos
8.     Dissecação como método de estudo anatômico em Medicina Veterinária
9.     Emboletamento Em Bezerros Neonatos – Relato De Caso
10. Etipopatogenia do garrotilho eqüino
11. Fecundação in vitro em bovinos 
12. Fenda palatina em cães
13. Feocromocitoma 
14. Garrotilho Em Equinos
15. Hepatite infecciosa canina 
16. Laminite Equina
17. Leishmaniose visceral nos últimos cinco anos no estado de goiás
18. Lesão de reabsorção dentária em felinos
19. Lipidose hepática 
20. Obesidade em cães e principais alterações metabólicas relacionadas
21. Ocorrência De Deslocamento De Abomaso Em Vacas Da Raça Holandesa
22. Plastinação como método de estudo anatômico, perspectiva na Medicina Veterinária
23. Prevalência de mastite sub-clínica em vacas da raça Holandesa em granja leiteira
24. Prevalência de Neospora caninum em vacas holandesas em um rebanho comercial do oeste paulista
25. Prevenção E Controle De Mastite Na Bovinocultura Leiteira
26. Reflexos da inseminação artificial em tempo fixo (IATF), no melhoramento genético animal
27. Relação graduando em medicina veterinária e animais de compahia: aspectos gerais e sanitários
28. Sutura em zigue-zague em dois planos do tecido subcutâneo para finalização de laparotomias em gatas
29. Sutura em zigue-zague em dois planos do tecido subcutâneo para finalização de laparotomias em cadelas
30. Toxoplasmose Em Animais De Produção
31. Toxoplasmose Em Aves Domésticas
32. Toxoplasmose Em Bovinos
33. Tristeza Parasitária Em Bezerros
34. Tumor de mastócitos em cães
35. Utilização de antiinflamatórios não-esteroidais, opióides e anestésicos para tratamento da dor
36. Utilização De Gonadotrofina Coriônica Equina Em Protocolos De Inseminação Artificial Em Tempo Fixo
37. Zoonoses Parasitárias Veiculadas Pelo Consumo De Água

MODALIDADE ORAL (21/10/2011; 13 às 14h)
1.     Aproveitamento Do Soro De Queijo Em Um Laticínio Do Oeste Goiano. Angélica Cristina Alves
2.     Citologia como método diagnóstico de linfoma em cães, da aluna Kênia Gonçalves Guimarães.
3.     Criopreservação do sêmen bovino: marco para melhoramento genético, através da inseminação artificial
4.     Principais Fatores que interferem na produção leiteira, da autoria de Humberto Lima Lourenço.
5.     Técnica de implantação de telas cirúrgicas fixadas em quatro pontos no espaço intraperitoneal em ratos. RODRIGUES, D. F
6.     Uso de enxertos autólogo cutâneos e manejo de ferida extensa em equinos. Kênia Gonçalves Guimarães.

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

MODELO RESUMO

UTILIZAÇÃO DE ANTI-INFLAMATÓRIOS NÃO ESTERIOIDAIS, OPIÓIDES E  ANESTÉSICOS PARA TRATAMENTO DA DOR

Gabriella Silva Campos1, Rodrigo Zaiden Taveira2, Sandro de Melo Braga3

1 Graduanda em Medicina Veterinária - Faculdades Objetivo – Goiânia, GO
2 Professor Titular,  Medicina Veterinária - Faculdades Objetivo – Goiânia, GO
3 Médico Veterinário Anestesiologista - Faculdades Objetivo – Goiânia,  GO

A dor é definida como experiência emocional desagradável relacionada a um dano tecidual real ou potencial, sendo dividida nos tipos nociceptiva e neuropática (SCHESTATSKY, 2008). A dor nociceptiva ocorre por ativação fisiológica de receptores ou da via dolorosa e está relacionada à lesão de tecidos ósseos, musculares ou ligamentares (BENNETT et al.,1994). Já a dor neuropática é definida como dor iniciada por lesão ou disfunção do sistema nervoso, sendo melhor compreendida como resultado da ativação anormal da via nociceptiva (MERSKEY H et al., 1994).A dor leve pode ser descrita após intubação, eventos como esofagite e múltiplas punções. Procedimentos cirúrgicos como ovariosalpingohisterectomia, orquiectomia, cistite, osteíte são observados dores moderadas. No entanto a dor intensa registra-se em osteoartrite, amputação, pancreatite, osteossarcoma e etc. (WRIGHT, 2002). Os anti-inflamatórios não esteriodais (AINE) são fármacos de ação analgésica, antipirética, anti-inflamatória. O efeito analgésico ocorre devido à inibição na produção de prostaglandinas que sensibilizam as terminações nervosas locais da dor. Como droga única, possuem excelente eficácia analgésica na dor pós-operatória leve. Em quadro álgico de intensidade moderada a grave, podem ser usados em associação com outros compostos, como opióides, por exemplo, reduzindo doses analgésicas e a incidência de efeitos colaterais destes compostos (TILLEY SL et al., 2001).Os opióides são fármacos analgésicos com ação em receptores opióides presentes predominantemente no sistema nervoso central em algumas áreas do cérebro, medula espinhal e nos sistemas neuronais do intestino. Os receptores de opíoides endógenos são importantes na regulação normal da sensação da dor inibindo através de vias aferentes, a percepção da sensação dolorosa. Opióides exógenos, como a morfina e a meperidina, nada mais fazem do que agir nestes receptores, mimetizando os efeitos dos opíoides endógenos e produzindo analgesia (FERREIRA et al., 1992), como exemplo de opióides, temos: morfina, fentanil, meperidina, metadona, naloxano e etc. Seu uso clínico para o tratamento da dor conforme a escala de analgesia da OMS é a associação de opíoide fraco (tramadol e codeína) se for necessário um adjuvante (gabapentina e amitriptilina) para a dor moderada. Caso a dor seja intensa utiliza-se além do AINE, analgésicos opíoides potentes e adjunvantes. Tem sido sugerida a combinação de anestésicos locais com opióides, por exemplo, quetamina com morfina e lidocaína para o tratamento de dores neuropáticas e por via epidural morfina associado à lidocaína sem vasoconstritor, mas a técnica por via epidural não é muito visada para controle da dor por períodos prolongados (TORSKE et al., 1998). A cetamina também é utilizada para o tratamento da dor, devido sua capacidade de reduzir a sensibilização central através de seu efeito antagonista dos receptores NMDA, sendo administrada para o alívio da dor pós-operatória (SCHMID et al., 1999). Os anestésicos locais também são utilizados para o tratamento da dor através do bloqueio de nervos periféricos específicos, embora apresente duração de ação relativamente curta (MASSONE, 1999).

Palavras-chave: analgesia; fármacos; medicina veterinária.



REFERÊNCIAS

FERREIRA, M.B; WANNMACHER, L. Farmacologia clínica da dor. In Fuchs FD  Wannmacher L (eds). Farmacologia Clínica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1992. 132-148p.

MASSONE, F. Medicação pré-anestésica. Anestesiologia veterinária. 3 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1999. 586p.

MERSKEY, H, BOGDUK N. Classification of chronic pain. Seattle: IASP Press, 1994. 386p.

SCHESTATSKY, P. Definição, diagnóstico e tratamento da dor neuropática. Revista HACPA, v. 28, n.3, p. 11-21, 2008.

SCHMID R L.; SANDLER, A N; KATZ, J. Use and efficacy of low-dose ketamine in the management of acute postoperative pain: a review of current techniques and outcomes. Pain, v.82, p.111-125, 1999.

TILLEY, S.L; COFFMAN, T.M; KOLLER, B.H. Mixed messages modulation of inflammation and immune responses by prostaglandins and thromboxanes. Journal Clinical Invest, v.108, p.15-23, 2001.

TORSKE, K.E. et al. End tidal halothane concentration and postoperative analgesia requirements in dogs: A comparison between intravenous oxymorphone and epidural bupivacaine alone and in combination with oxymorphone. Canadian Journal of Anaesthesia Veterinary, v.39, p.361-369, 1998.

WRIGHT, A.; JULL G.; STERLING, M. Cervical mobilization: concurrent effects on pain, sympathetic nervous system activity and motor activity. Manual Therapy, v.6, n. 2, p.72-81, 2001.

terça-feira, 20 de setembro de 2011

OBVET 2011




VI Semana Acadêmica de Medicina Veterinária
De 18 a 21 de outubro de 2011


Informações sobre o evento

Atividades e Local

18/10/2011 
17h30 às 18h30 – Entrega de Materiais
19h às 19h50 – Palestra: Insuficiência Cardíaca Congestiva (ICC). Prof(a).Dra.Rosângela de Oliveira Alves Carvalho (EVZ – UFG). 
19h50 às 20h30 – Palestra: Ética Profissional. MV. Wanderson Portugal Lemos (Diretor técnico do Sebrae).
20h30 às 21hs – Pausa para coffee-break 
21h às 21h30 – Palestra: Leishmaniose visceral canina (LVC). Prof.MSc.Osvaldo José da Silveira Neto (UEG/IUESO).
21h30 às 22h30 – Show de encerramento com Nilton Pinto e Tom Carvalho
    Local: Auditório do campus T-1: Av. T1 nº 363, Setor Bueno. Goiânia, GO.

    19 - 21/10/2011
    • Cursos e Mini-cursos do Evento - 08:00h às 18:00h
    Local: Hospital Veterinário (HVET): Av. Nicolau Copérnico, Fazenda Botafogo, Jardim da Luz. Goiânia, GO.



    21/10/2011 - Encerramento: Para finalizar a semana, nada melhor que uma festa!

    Local: Chácara Recanto dos Ipês

     Contato
    Por favor, não hesite em entrar em contato com a Organização se você necessitar de alguma informação adicional ou auxílio.

    Inscrições para alunos da IES
    Período para inscrição: 05/10/2011 a 14/10/2011
    Funcionamento em horário comercial
    Local: HVET, Campus Av. T1 e Campus Av. T2
    E-mail: obvet2011@gmail.com
    Contato:062 8136-9955/ 062 9975-2612/ 062 9656-1406

    Programação
    18/10 - Palestra e Abertura do Evento

    *** Show com Nilton Pinto e Tom Carvalho
     

    19/10 a 21/10 - Cursos e Mini-cursos


    *** Cursos (19, 20 e 21/10) - Hospital Veterinário (HVet):

    A - Cirurgia em Animais de Produção – Prof(a).Esp.Suyan Brethel dos Santos Campos (UFG/IUESO).
    B - Melhoramento e Reprodução em Bovinos de Corte – Prof.MSc.Manoel Francisco de Sá Filho (FMVZ-USP) e Prof.Dr.Rodrigo Zaiden Taveira (PUC/UEG/IUESO)
    C - Clínica, Manejo e Nutrição de Gado Leiteiro – Prof.Esp.Renato Tângari Dib (UEG/Nutrasa), Prof(a).Dra.Alliny das Graças Amaral (UEG/EMBRAPA) e MV.Gustavo Feliciano Resende da Silva (UFG)
    D - Clínica Geral e Reprodução de Equinos – MV.Zoo.Esp.Mirna Secchis Vieira (Haras TGS – Anápolis/GO) e MV.Esp.Isadora Apude Mondini Belletri (Rancho Eldorado – Aragoiânia/GO)
    E - Prática Hospitalar e Emergencial – Prof.Dr.Juan Carlos Duque Moreno (EVZ – UFG), Prof.Dr.Márcio Antônio Brunetto (USP), Prof.MSc.Daniel Barbosa da Silva (UFG/IUESO) e MV.MSc.Benito Juarez Nunes de Oliveira (UFG).
     
    *** Mini-cursos (Dias 19, 20 e 21/10) - Hospital Veterinário (HVet):

    A- Odontologia em Pequenos Animais – MV.Dr.Marcello Rodrigues da Rozza (OdontoZoo/UFG)
    B - Manejo de serpentes – Zoo.Inácio Soares Campos Júnior (Parque Zoológico de Goiânia/GO) e Prof(a).MSc.Luana Rodrigues Borboleta (IUESO/Parque Zoológico de Goiânia/GO).
    C - Oftalmologia em Pequenos Animais – Prof(a).Dra.Andréia Victor Couto do Amaral (CAJ – UFG).
    D - Inspeção de Produtos de Origem Animal – Prof.Dr.Edimar Soares Nicolau (EVZ – UFG) e Prof(a).Dra.Karyne Oliveira Coelho (UEG/SENAC/IUESO).
    E - Técnica de Necropsia – MV.MSc.Adriana da Silva Santos (EVZ – UFG) e MV.Esp.Hugo Henrique Ferreira (EVZ – UFG).
    F - Julgamento de Bovinos – Vanessa Barbosa (ABCZ)

    Valores

    Estudantes
    • Mini-curso: R$ 40,00
    • Curso de 2 dias: R$ 50,00
    • Curso de 3 dias: R$ 60,00
    Profissional
    • Mini-curso: R$ 60,00
    • Curso de 2 dias: R$ 70,00
    • Curso de 3 dias: R$ 80,00

      Normas Para Submissão De Resumos
      Recomendamos que as normas descritas a seguir sejam observadas em todos os seus aspectos (formato, objetivos, método, resultados e conclusões). 
      O título deve ter no máximo 15 palavras, incluindo-se os artigos, as preposições e as conjunções e grafado todo em caixa alta, fonte Times New Roman tamanho 12, centralizado e espaçamento simples, não teve conter subtítulo, abreviação, fórmulas, símbolos e nome científico (exceto nome de espécies pouco conhecidas, que deve estar entre parentes e grafado em itálico).
      Serão aceitos trabalhos com no máximo três autores. O nome dos autores deve ser gravado com letra inicial maiúscula, por extenso, separados por vírgula, centralizado, fonte Times New Roman tamanho 12 espaçamento simples o último sobrenome de cada autor deve ser seguido de um número em algarismo arábico, e sobrescrito (em forma de expoente) correspondente à chamada de titulação do autor.
      O endereço de cada autor com o numero sobrescrito no inicio da chamada teve ter conter o endereço postal completo da instituição e o endereço eletrônico do primeiro autor, os endereços de autores da mesma instituição devem ser separados por vírgula. Deve ser gravado com letra Times New Roman tamanho 10 espaçamento simples alinhados a esquerda.
      As Palavras-chave servem para indexar o artigo. O termo Palavras-chave teve ser grafado com letras minúsculas exceto a inicial, Times New Roman tamanho 12 alinhado a esquerda, seguida de dois-pontos, os termos devem ser separados por vírgula e iniciados com letras minúscula sendo no mínimo e três e no máximo seis, considerando-se que os termos pode possuir duas ou mais palavras, não deve conter palavras que componham o título.
      O resumo deve conter entre 400 e 500 palavras, incluído números, preposições, conjunções e artigos em um só um parágrafo justificado e espaçamento simples, onde se expõe o tema, problema, justificativa, objetivo, resultados alcançados, as conclusões com verbo no presente do indicativo.  
      As referências devem ser fontes atuais e de periódicos: pelo menos 75% das referências devem ser dos últimos 10 anos e 50% de artigos de periódicos e normatizados de acordo com o NBR 6023 da ABNT. Devem ser apresentados em ordem alfabética os nomes dos autores, separados por ponto-e-vírgula, sem numeração, apresentar os nomes de todos os autores da obra, conter somente a obra consultada, no caso de citação de citação, devem ter no máximo seis referências.
      As margens devem ser de 3cm superior, 3cm esquerda, 2cm inferior e 2cm direita.
      A ordem de disposição do resumo será na mesmo ordem aqui expressa: Título, Autor, Titulação e Endereço, Palavras-chave, Resumo propriamente dito e as Referências.

      Envio de Resumos 

      *** Os discentes e docentes interessados poderão submeter trabalhos científicos, na modalidade resumo simples, até o próximo dia 12/10 (quarta-feira) para o e-mail trabalhoscientificosobvet@hotmail.com. (Modelo no segundo post do blog)
      *** Quantidade de autores por trabalho: MÁXIMO de 3, sendo OBRIGATORIAMENTE 1 docente da IES. O primeiro autor, via de regra, realizará a apresentação do trabalho.
      *** Cada inscrito poderá submeter até 3 trabalhos para publicação. Trabalhos aprovados, sem inscrição confirmada do 1º autor, NÃO serão publicados e apresentados.
      *** Os trabalhos aprovados serão divulgados no site até o dia 16/10 (domingo), sendo apresentados durante a realização do evento em duas modalidades: Oral (5 melhores dos aprovados) e em pôster (1,20m x 90cm - vide MODELO EM ANEXO

      Comissão Organizadora
      • Presidente - Laís Campos Coelho
      • Divulgação - Isabella Fernanda Coutinho e Silva  
      • Cursos - Regina Baylão Seabra e Moura
      • Patrocínio - Pedro Henrique Araújo Borges
      • Coffee-Break - Janayna Gratão de Castro 

      Comissão Científica
      • Prof. Dr. Rodrigo Zaiden Taveira (Produção/Reprodução Animal) - PRESIDENTE
      • Profª Dra. Karyne Oliveira Coelho (Tecnologia e Inspeção de Produtos de Origem Animal)
      • Prof. MSc. Ângelo L. C. Basile (Clínica e Cirurgia Animal - Animais de companhia) 
      • Profª Esp. Suyan Brethel dos Santos Campos (Clínica e Cirurgia Animal - Animais de produção)
      • Prof. MSc. Osvaldo José da Silveira Neto (Medicina Veterinária Preventiva)
      • Profª MSc. Júlia de Miranda Moraes (Patologia Animal)
      • Graduanda Gabriella Silva Campos
      • Graduanda Adriana Portilho de Brito Machado 

      Fontes fotos
      http://www.sintoonize.com/2011/09/hoje-e-o-dia-do-medico-veterinario.html
      http://renatofala.blogspot.com/2011/06/camara-dos-deputados-homenageia.html


      Responsável pelo Blog: Profª. Karyne Coelho
        

      Realização

      IUESO

      Instituto Unificado de Ensino Superior Objetivo

      Av. T-02, nº 1.993 - Setor Bueno
      Goiânia/GO
      Tel.: (62) 3607-9000

      Apoio



       
      Patrocínio